Dengue

E-mail Imprimir PDF

 

Saiba como se proteger do mosquito e o que fazer caso você desconfie estar com dengue

Vírus 1, 2, 3 e 4
Já tive dengue. Posso ter de novo?
Sim. Existem 4 tipos de vírus da dengue. Se uma pessoa é infectada pelo vírus 1, por exemplo, ela produz anticorpos que vão lhe dar imunidade só contra ele. Então, a pessoa pode pegar os outros três tipos (2, 3 e 4).

Dengue mais grave
O tipo 4 é mais grave que os demais?
Não. A gravidade da doença está relacionada a um conjunto de fatores, principalmente características do paciente, que incluem seu estado geral (imunidade).

Início dos sintomas
Após ser picada por um Aedes infectado, quantos dias se passam até que a pessoa tenha os primeiros sintomas?
Geralmente, os primeiros sintomas da dengue aparecem entre 4 e 10 dias após a pessoa ter sido picada. Há casos, no entanto, em que são necessários até 12 dias.

Febre ou não?
Quando a pessoa está com suspeita de dengue e fica sem febre é um sinal de que está fora de risco?
Não. Quando a febre passa, o risco de agravamento é ainda maior. Mesmo sem febre, quem tem dor na barriga (não de barriga) ou vômito deve buscar um médico urgente.

Água e soro
Por que as pessoas com suspeita de dengue devem ser hidratadas? Por que tomar soro e água são importantes?
A hidratação evita o agravamento da dengue. O ideal é que a pessoa com suspeita da doença comece a beber água quando surgirem os primeiros sintomas. Se não for dengue, não tem problema, porque beber água também é bom para outros tipos de virose.

Vitamina C e vela
Tomar vitamina C e usar vela de citronela ajudam a prevenir a dengue?
Não. A melhor forma de evitar a picada é acabar com possíveis focos. As velas de citronela ajudam a dispersar os mosquitos pelo aroma, mas contribuem pouco.

Criadouros, adeus
As larvas do mosquito Aedes aegypti se desenvolvem apenas em água limpa?
Não. As larvas são encontradas também, em menor quantidade, em água suja e até com baixíssima salinidade. Por isso é importante não deixar água acumulada em locais abertos e sem tratamento, como piscinas.

Amamentação
Tenho um bebê de meses de vida e peguei dengue. Devo continuar amamentando meu filho ou não?
Não existe transmissão pessoa-a-pessoa. Somente o mosquito transmite a doença, através da picada. A amamentação só deve ser interrompida se a mãe estiver muito debilitada, para não atrapalhar sua recuperação. Desta forma, é essencial para as mulheres que amamentam se proteger de picadas e eliminar focos em casa.

 

Dois vírus ao mesmo tempo
Eu estou com dengue do tipo 1. Se eu for picado hoje por outro Aedes aegypti, infectado com o vírus 4, eu posso ter, ao mesmo tempo, as duas formas da doença?
Não há relato na literatura médica, mas não é uma possibilidade descartada. Teoricamente, é possível que isso ocorra já que temos mais de um tipo de vírus circulando. Depende muito da imunidade do paciente, entre outro fatores. Use repelente mesmo doente.

Doente sem saber
Posso ter dengue sem ter febre e posso estar com a doença sem saber?
Sim. Nem todas as pessoas que são picadas por um Aedes aegypti contaminado pelo vírus da dengue têm os sintomas da doença. Há ainda aqueles que não têm a forma clínica clássica da doença.

Marca da picada
A picada do mosquito deixa marca? Ele prefere ficar em algum lugar?
Em geral, deixa a mesma marca que as picadas de outros tipos de mosquito. Dependendo da pele da pessoa, pode nem deixar sinais. O Aedes aegypti gosta de lugares sombreados e frescos.

Proteção do bebê
Como posso proteger um bebê de menos de 2 anos da dengue?
É importante buscar possíveis focos na casa e eliminá-los. Deve-se usar repelente com orientação médica e, para diminuir ainda mais os riscos à criança, colocar um cortinado no berço.

Eu moro em andar alto. Posso ser picada por um mosquito na minha casa?
Sim. O Aedes aegypti geralmente voa em torno de 50 centímetros a 1 metro do chão. Mas ele pode subir no prédio pelo elevador ou procriar-se por focos periféricos, de andar em andar. Por isso, mesmo que você more no último andar, o risco existe.

Ar-condicionado
O ar-condicionado mata o Aedes?
Não.O ar-condicionado diminui a temperatura e a umidade, o que inibe o mosquito. Ele tem mais dificuldade para detectar a possível vítima, mas não morre.

Use repelente mesmo doente
A pessoa que já está com dengue tem que passar repelente? Por que?
Sim. Nos primeiros 5 dias de sintomas, o paciente está com o vírus no sangue. O repelente evita que ele seja picado por outro mosquito e transmita o vírus para este inseto que, por sua vez, poderá atacar e transmitir dengue a outra pessoa.

Hipertensos e diabéticos
Pessoas hipertensas ou diabéticas correm maior risco, caso tenham dengue?
Sim. Elas são consideradas grupos de risco para agravamento da doença. Devem procurar imediatamente um médico quando surgirem quaisquer sintomas de dengue. A pessoa deve ainda fazer o acompanhamento médico até a recuperação total.

Pernas cobertas
Usar meia, calça comprida e sapatos fechados ajuda a evitar a picada? Por que?
Ajuda, porque o mosquito transmissor da dengue voa baixo. O inseto costuma se esconder sob mesas, cadeiras e camas à espera de suas vítimas. Por isso, os membros inferiores são os alvos preferidos do Aedes aegypti.

 

Forma hemorrágica
Já tive dengue uma vez, se eu tiver a segunda, eu tenho mais risco de ter a forma hemorrágica?
Sim. Mas também há casos graves já na primeira vez. E nem sempre a dengue grave causa hemorragia aparente.

Doente outra vez
Alguém que acabou de ter dengue pode após a recuperação ter outro tipo?
Não há um tempo estimado de intervalo. Depois de ter um tipo de vírus, o paciente fica com imunidade momentânea para os outros, mas isso depende da pessoa.

Tempo para curar
Qual é o tempo de cura para dengue?
Na maioria das vezes, o doente leva uma semana para ficar bom. Porém, o cansaço e a falta de apetite podem demorar até quinze dias para sumirem.

Fumacê
O que devo fazer quando o fumacê passar? Preciso tirar meus animais de estimação de casa?
Abra as janelas para o produto entrar. Ele não afeta cães, gatos e similares. O fumacê só prejudica o mosquito. Outros insetos e aves de pequeníssimo porte só são afetados com quantidade imensa do produto.

Remédios
Que tipos de medicamentos são indicados para casos de dengue?
Dipirona e paracetamol podem ser usados. Já ácido acetilsalicílico deve ser evitado: pode causar sangramentos. Automedicação é proibida.

Qualquer inseticida mata o mosquito da Dengue?
Sim, porém a aplicação dos inseticidas atua somente sobre a forma adulta do mosquito, surtindo efeito momentâneo, se não forem combatidos os focos.

Meu filho está com febre desde ontem e não diminui com medicação. O que devo fazer?
Observe as primeiras 24 horas. Se a febre persistir, procure atendimento médico. Atenção: se você mora em região com muitos casos da doença ou, se com a febre, a criança apresentar outro sintoma de dengue, vá imediatamente à unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Meu filho teve sintomas da dengue, foi atendido e mandaram ele tomar alguns cuidados, como hidratação e repouso em casa. Quatro dias depois, ele teve outros sintomas da doença. Isso é normal?
Não. Depois que seu filho receber atendimento médico, os sintomas devem regredir até desaparecerem totalmente. Se voltaram, ou novos sintomas apareceram, você deve procurar logo o pediatra do seu filho.

Qual remédio posso usar para baixar a febre?
Não use anti-inflamatórios e nenhum antitérmico que contenha ácido acetilsalicílico, como AAS, Aspirina, Melhoral, Doril, Sonrisal, Engov e similares. Consulte sempre um médico para saber o medicamento mais adequado.

Estou no terceiro mês de gestação, tenho sentido dores no corpo, enjôo e vomitado desde ontem. Pode ser dengue ou são sintomas normais da gravidez?
As duas possibilidades existem, por isso você deve procurar imediatamente atendimento médico. Os riscos da dengue no primeiro trimestre de gravidez são maiores. Além dos exames físico e de sangue, você deve ser submetida à ultrassonografia.

 

Como sei se estou com dengue grave?
O diagnóstico é feito pelo médico, mas os sinais mais evidentes são sangramento no corpo, pressão baixa, recusa de líquidos e vômitos incessantes.

Estou grávida. Como posso me prevenir da dengue?
O ideal é conversar com um médico para saber qual repelente você pode usar. Evite aplicar o produto em todo corpo, use preferencialmente nas pernas e pés. Use roupas fechadas, calças compridas, meias e sapatos. Fique em ambientes com ar-condicionado, pois a atividade do mosquito é inibida em temperatura baixa. Se não, coloque um ventilador no chão para espantar mosquitos, caso trabalhe sentada.

O Aedes também se desenvolve em piscinas?
Só em água de piscinas abandonadas. Se a água for tratada, com pH adequado e clorada, não há qualquer risco de desenvolvimento de larvas do Aedes. É recomendável limpar as bordas das piscinas periodicamente, pois podem servir como depósito para ovos do mosquito.

Os aquários também podem ser criadouros do Aedes?
Não. As larvas dos mosquitos são o prato preferido dos peixes.

O uso do ar condicionado ajuda a afastar o mosquito?
Sim, pois o Aedes não gosta de ambientes frios, porém não é garantia de não ter mosquito no local. A melhor estratégia continua sendo a eliminação de focos.

 

PREVENÇÃO:

Não deixe de trocar semanalmente a água dos vasos das plantas e lavar com uma escova ou pano os pratinhos que acumulam água.

- Experimente substituir a água dos vasos de plantas por terra.

- Não guardar pneus velhos em lugares cobertos para não acumular água da chuva.

- Aproveite e guarde as garrafas vazias de boca para baixo!

- Uma boa iniciativa é sempre lavar os bebedouros dos animais com escova ou bucha e esvaziá-los à noite.

- Que tal furar as latas vazias antes de jogá-las fora? Isso pode evitar que a água da chuva se acumule, proporcionando o surgimento de larvas do mosquito.

- Arregace as mangas e tampe cisternas, poços, tambores, caixas d´água e outros locais que possam acumular água.

- Depois da limpeza, não se esqueça de ensacar e amarrar o lixo de sua casa.

Converse com seus amigos, parentes e principalmente com seus vizinhos: Oriente-os pois de nada adiantará você fazer a sua parte e ele não.

 

Perguntas mais freqüentes

1 - O que é a dengue?
A dengue é uma doença transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. Quando infectada pelo vírus, a pessoa pode adoecer.

2 - Quais são as principais maneiras de se contrair dengue?
Só existe uma maneira de se contrair a doença: através da picada do mosquito que transmite o vírus.

3 - Que outros mosquitos podem transmitir a dengue?
Nenhum. O Aedes aegypti é o único transmissor da doença.

4 - Quanto tempo após a picada do mosquito a doença costuma se manifestar?
O período de incubação varia de três a quinze dias, mas a média é de cinco a seis dias para os sintomas se apresentarem.

5 - Quais são os principais sintomas da dengue?
Os sintomas mais comuns da Dengue Clássica são febre, dores no corpo, principalmente nas articulações, e dor de cabeça, além de enjôo e vômitos eventuais. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo e, em alguns casos, sangramento, mais comum na gengiva, o que caracteriza o tipo hemorrágico da doença.

6 - Como se pode reconhecer o Aedes aegypti?
O mosquito da dengue é parecido com o pernilongo comum, e pode ser identificado por apresentar corpo escuro e rajado de branco, além de só atacar durante o dia, mais comumente pela manhã ou no final da tarde, quando as temperaturas são mais amenas.

7 - Pode-se usar inseticida para matar o mosquito da dengue?
Sim, porém a aplicação dos inseticidas atua somente sobre a forma adulta do mosquito. Sua duração não é muito longa. Além disso, não se deve borrifar inseticida em plantas, pessoas ou animais.

8 - Como é feito o tratamento da dengue?
Não existe um tratamento específico para a doença, como uma vacina. A pessoa infectada deve procurar um médico assim que começarem os sintomas. Além disso, deve repousar e ingerir bastante líquido (água, sucos naturais ou chá). Antitérmicos e analgésicos que contém em sua fórmula ácido acetilsalicílico, como a aspirina, não podem ser tomados. Qualquer medicamento deve ser receitado pelo médico.

9 - A dengue pode matar?
Sim. Mesmo na forma clássica, ou tipo 1, a dengue é uma doença que deve ser imediatamente tratada. Caso a pessoa seja portadora de alguma doença crônica, como problemas cardíacos, devem ser tomados cuidados especiais. No entanto, ela é mais grave quando se apresenta na forma hemorrágica. Nesse caso, quando tratada a tempo, a pessoa não corre risco de morte.

10 - Quem já teve dengue uma vez corre o risco de contrair novamente a doença?
Sim, mas dificilmente o mesmo tipo da doença. O paciente pode se contaminar por outro tipo de vírus, diferente daquele com o qual se contaminou antes, o que pode acarretar um comprometimento do quadro clínico e desencadear um dos outros três tipos de vírus.

11 - Qual a diferença entre a dengue clássica e a dengue hemorrágica?
A clássica é mais branda do que a hemorrágica, que pode até causar a morte do doente.

12 - Quais são os sintomas da dengue hemorrágica?
A dengue hemorrágica se manifesta de três a cinco dias depois da clássica. A febre reaparece e causa suor, deixando a pele esbranquiçada e as extremidades frias. É comum o paciente apresentar dor de garganta, queda de pressão, dores no estômago e abaixo das costelas. As hemorragias ocorrem em pequena quantidade. As cólicas e a hemorragia aumentam, atingindo o tubo digestivo e os pulmões.

13 - Existe vacina contra a dengue?
Não, mas existem diversos estudos de cientistas brasileiros e internacionais para desenvolver a vacina contra a doença.

14 - Onde o mosquito da dengue se reproduz?
O Aedes aegypti se densenvolve em locais de água parada e limpa. Por isso é necessário manter recipientes, como caixas d'água, barris, tambores tanques e cisternas, devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

15 - Piscinas e aquários podem se transformar em criadouros do mosquito?
No caso das piscinas, só se estiverem abandonadas. Caso a água seja tratada, com pH adequado e limpa com cloro, não há qualquer risco de desenvolvimento de larvas do Aedes. É recomendável limpar as bordas das piscinas periodicamente, pois podem servir como depósito para ovos do mosquito.
Não existe risco dos mosquitos se desenvolverem em aquários, já que suas larvas são o prato preferido dos peixes.


16 - O mosquito ataca em ambientes com ar-condicionado?
Não, porque o Aedes não gosta de locais frios.

17 - Produtos como água sanitária, fumo de rolo e velas de andiroba e citronela são eficazes contra o mosquito?
Não existe comprovação científica da eficácia destes produtos.

18 - O uso de Complexo B realmente afasta o mosquito?
Os médicos ainda divergem sobre a eficácia do Complexo B, já que ele funciona de acordo com o metabolismo de cada pessoa.

19 - Somente a fêmea do Aedes é responsável pela transmissão da doença?
Sim. A fêmea do mosquito pica a pessoa infectada, mantém o vírus em sua saliva e o retransmite em novas picadas. Após a ingestão de sangue infectado pelo inseto fêmea, transcorre nela um período de incubação. Após esse período, o mosquito torna-se apto a transmitir o vírus e assim permanece durante toda a vida. O mosquito transmitirá o vírus em todas as picadas que realizar a partir dali.

20 - É possível reconhecer a picada do mosquito da dengue?
Não. A sensação de eventual coceira ou incômodo é semelhante à picada de qualquer outro mosquito.

21 - Qualquer pessoa picada pelo mosquito fica doente?
Não. Muitas pessoas picadas pelo mosquito infectado não apresentam sintomas. Outras apresentam sintomas brandos, que podem passar despercebidos, como uma simples gripe.

22 - Pode-se confundir a dengue com uma gripe comum? Como proceder nestes casos?

Sim, já que os sintomas são parecidos. Para saber a diferença, é necessário consultar um médico.

23 - É possível que uma pessoa infectada não apresente algum dos sintomas da dengue?
Sim, pois os sintomas variam de pessoa para pessoa.

24 - Qual o ambiente preferido pelo mosquito para depositar seus ovos?
O Aedes aegypti se caracteriza por ser um inseto de comportamento estritamente urbano, sendo raro encontrar amostras de seus ovos ou larvas em reservatórios de água nas matas. As fêmeas e os machos do mosquito costumam se alojar no interior das casas. A temperatura mais favorável para o desenvolvimento da larva é entre 25 a 30ºC. Abaixo e acima destas temperaturas o Aedes diminui sua atividade. Acima de 42ºC e abaixo de 5ºC ele morre.

25 - Esvaziar pratinhos e vasos de plantas é suficiente para acabar com ovos e larvas do mosquito?
Não. Os ovos ficam aderidos às laterais internas dos pratos ou ainda nas laterais externas dos vasos. O ideal é optar por pratos que fiquem bem justos ao vaso e lavá-los com água e sabão, utilizando uma bucha para retirada de possíveis ovos.

26 - Quanto tempo de vida tem o mosquito da dengue e quantos ovos coloca?
A fêmea do mosquito vive, em média, 30 dias e chega a colocar entre 150 e 200 ovos de cada vez. Ao longo de sua vida, ela é capaz de colocar seus ovos inúmeras vezes.


27 - Quanto tempo o ovo do Aedes pode resistir até eclodir?
Os ovos sobrevivem às mais adversas situações por mais de um ano, até eclodirem durante as chuvas de verão, período mais propício ao seu desenvolvimento.

28 - Como é feito o diagnóstico da dengue?
Através de exame de sangue. Por isso, ao observar-se os primeiros sintomas, a pessoa deve procurar imediatamente um médico.

29 - As larvas do mosquito se desenvolvem somente em água parada e limpa?
Não. Ele pode se desenvolver também em água contaminada, já que esta também possui os nutrientes necessários para o nascimento do mosquito.

30 - Qual a probabilidade de um paciente com dengue vir a falecer?
No caso da dengue clássica, essa possibilidade é zero. Na dengue hemorrágica, a taxa é de aproximadamente 3%.

 
 
 
R. Defensor Público Zilmar Duboc Pinaud, 77 - Vilar dos Teles - São João de Meriti - RJ
CEP: 25.555.690 - Telefone: (21) 2651-1998